faça downloads variados deixe seu recado entre em contato links variados discografia completa leia e conheça os mitos saiba das novidades da banda história da banda e  integrantes confira as datas de shows fotos da banda
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Não se sabe ao certo a origem destes espectros enigmáticos, só se sabe que muito se especula sobre suas origens estarem ligadas "fora" do Rio das Almas, pois acredita-se que foram algum dia “encarnados” ou seja, já habitaram a terra desfarsados como "anjos" ou "demônios" em pele humanas, para conduzir nossos pensamentos e atos através de sussurros incompreenssíveis para nós humanos mas que guiam-nos em nosso subconsciente à atos como matanças e suicídios.
 São cinco Almas Caídas, integradas ao Rio místico das Almas e complementam as águas como vultos por debaixo dela, penumbras sombrias à espreita, apenas sombras por debaixo d’água? Porém, essas "sombras" podem acessar o lado externo das águas e adiquirirem feições não tão humanas.
Seus olhos são vazios, escuros como uma noite de lua nova. E mesmo quando saem da água continuam espectros, transparentes como as brumas do Rio das Almas, sua função é a de inibir de forma atormentante ás almas relutantes que se recusarem á cumprir o destino designado pelo Rio e será conduzida pelo Guardião.
De forma que sua conexão com o Rio das Almas é infinitamente intransponívelvel, sendo-lhes apenas permitido sua projeção fora das águas quando uma alma de raízes e vidas confusas o suficiente para de certa forma relutar e não aceitar a sua verdadeira essência ou destino se manifestar.
As Almas Caídas não podem ferir fisicamente alguém, mas tem um poder imensurável em atormentr mentes e insandecer toda e quaquer alma que tente desacatar a ordem do Rio das Almas!

Mito das Almas Caídas por Andherson Némer. 

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Após a passagem da alma pelos portões da vida e da morte...
Antes do purgatório ou do paraíso...
A alma é atradída por uma luz de pálido brilho, que é acompanhada por uma melodia que ecoa por sua mente e percorre toda sua essência etérea.
Esta luz cinzenta e de uma beleza irresistível á conduzirá para u Vale onde será julgada, não pela vida que teve anteriormente mas sim, para próxima onde irá onde irá reencarnar.
Este Vale é conhecido como o "Vale do Rio das Almas", um lugar além e independente do tempo e do espaço, envolto em uma neblina mística capaz de entorpecer  própria alma á fim de extrair a verdadeira "raíz" dela, há pssáros místicos chamados de "Pardais Negros" por toda parte, e dois distintos dos demais. Um Corvo negro como uma noite sem luar e um Pombo, alvo como a neve, espreitando nos galhos das árvores em suas margens.
As almas recém-chegadas quando se deparam com as águas cristalinas e calmas do Rio tem o instinto quase que instantâneo de curvar-se para ver seu reflexo nele...
E o Rio então executa sua tarefa, em suas águas será refletida a verdadeira essência existencial da alma: benéfica ou maléfica. E de acordo com o que for revelado a alma que tiver sua essência maléfica será mandado para os "porões do purgatório" para uma tentativa de redimir-se, por outro lado se a alma tiver suas raízes benéficas, será encaminhada para os "jardins do paraíso" para que descanse até o próximo degrau em sua evolução.

Mito do Rio das Almas por Andherson Némer. 

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Trata-se de uma entidade preexistente à criação do cosmo e seu poder se concentra no fino e transparente véu que separa bem e mal.
Seu nome é impronunciável nas línguas dos homens, dos anjos ou nas dos demônios, sua tarefa é conduzir as almas recém-julgadas para qualquer que seja o seu destino.
Há incontáveis gerações, sua presença causa uma estranha sensação de alívio e desespero nas centenas de milhares de almas que ele já conduziu.
O "Condutor do além", como costumam se referir á ele em sussurros e contos noturnos ao redor de fogueiras ou em orações desesperadas após uma noite mal dormida por causa de algum pesadelo terrível.
O Guardião é um espectro alado composto e movido pela névoa mística que envolve o Rio das Almas, envolto em um manto negro, tem apenas seus rubros olhos à vista, é dotado de um par de chifres e de um par de asas distintas: uma de anjo e a outra de demônio.
Sua aparência é medonha, porém, ele só poderá conduzir almas ao limbo se o Rio determinar que trata-se de uma alma com "raízes maléficas".
Dizem que ele é o Caronte (o condutor da barca que cruza o Estige, um dos nove rios do inferno), dizem que ele é um dos filhos caídos de Deus e até o próprio Satanás (segundo os fanáticos religiosos de plantão).
Porém a única coisa de que se pode Ter certeza é que ele e o Rio das Almas são um só, e apenas existem para servir um único propósito, qualquer que seja a sua verdade...

Mito do Guardião por Andherson Némer. 

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .